terça-feira, 21 de julho de 2015

Marés Vivas 2015

Além do estágio, do part-time e dos meus 15 segundos de fama, ainda houve tempo para uma noite de Marés Vivas na praia do Cabedelo. 

Fui principalmente pelos The Script e um bocadinho pelo Jamie Cullum, mas no final foi o Jamie que me cativou mais. Não que os The Script sejam maus...pelo contrário, mas o público é completamente diferente. 

No inicio do concerto da Ana Moura conseguimos ir bastante para a frente e lá ficamos a suportar aquela música, que na minha opinião, não serve para festival, enquanto esperávamos pelo Jamie. À nossa volta estavam umas raparigas com os seus 16/17 anos. Mantiveram-se calmas, com alguns comentários a meio das músicas, mas nada demais.
O Jamie foi super querido e engraçado. Tocou e cantou como um verdadeiro artista e deu-me vontade de ir ver um concerto só dele, porque soube a pouco. 



Mal começam os The Script as miúdas que estavam à nossa volta ficaram loucas e desataram a gritar que nem histéricas. Gritavam entre frases das músicas ao ponto de nem conseguir ouvir o que o vocalista cantava. Resultado, tivemos de vir para trás, para junto das pessoas civilizadas. Finalmente ai deu para apreciar a música. Fiquei muito feliz por ter oportunidade de ver uma banda cheia de energia e com boa voz (ouvi o Jonh Newman ao vivo na Comercial e coitadinho....). 




Fiquei satisfeita, só não percebi uma coisa: as pessoas vão para os concertos mexer no telemóvel ou ouvir a música e ver o espectáculo?!

2 comentários:

isabelmmaia disse...

Eu vim a ouvir na Comercial o concerto do Jamie Cullum no caminho do trabalho pra casa e foi um concertão! Adorei que tivesse tocado as covers do "Please don't stop the music" e a interacção que ele fez durante a "high and dry" foi excelente. Matou-me quando começou a cantar "amazing grace" no meio das outras todas. É daquelas músicas mais voltadas para o gospel que me arrepia de cada vez que ouço, seja em que registo for (juntem-lhe uma gaita de foles e vêm-me as lágrimas aos olhos).
Em The Script não sei se transmitiram, já estava a nanar que a manhã seguinte era de trabalho. Comentário às adolescentes: Pitas! lol

Beijinho e bom estágio :)

Ana Luisa Alves disse...

Foi qualquer coisa! Os The Script não foram maus, mas depois do Jamie, era muito complicado conseguirem superar XD

Espero que estas "pitas" cresçam um dia...não quero viver rodeada de gente assim!