domingo, 19 de junho de 2011

"O Médico e o Monstro" - Robert Louis Stevenson

Li este livro há já algumas semanas atrás. No entanto, a vontade para fazer esta crítica não era muita. No meio de testes e trabalhos não é fácil encontrar a inspiração e confesso, que mesmo hoje, depois de umas bem merecidas semaninhas em casa, ainda sinto uma onda de desinspiração.

Se calhar este não é um bom prenúncio para o livro deste escritor escocês. Na verdade foi uma história que não me cativou. Achei mais interessante o facto de as duas personagens principais desta obra, o doutor Jekyll e Mr. Hyde, terem sido utilizadas em diversos filmes e séries televisivas, como por exemplo “A Liga Extraordinária” do realizador Stephen Norrington.

Este livro, classificado como sendo de ficção científica, foi publicado pela primeira vez em 1886. A história fala-nos de um advogado londrino, chamado Gabriel Jonh Utterson, amigo de um tal Dr. Jekyll. John Utterson é confrontado com o estranho comportamento do seu amigo, que começa a tornar-se bastante enfermiço e anti-social. Tudo se relaciona com Mr. Hyde. Este homem de aspecto obscuro parece estar a fazer chantagem sobre o pobre Dr.Jekyll, sendo para o advogado, a causa mais provável para o comportamento inabitual do seu amigo.

O livro aborda o tema clássico da luta do bem e do mal, tema já bastante explorado nos dias que correm. Na época em que foi publicado causou um grande impacto. O mesmo não se passou comigo. (2/7)

4 comentários:

Manel João disse...

Quando é que fazes a crítica ao MEU livro?

Ahjahahah

Ana Luisa Alves disse...

Quando ele for publicado!

hahahaahhaah! :P

Ana disse...

Certa vez peguei esse livro pra ler e desisti.
Não sei como seria hj, se eu lesse de novo.
Tenho vontade, pois, como vc disse, causou um grande impacto e foi bastante explorado.
Muito bom o post! ;)

Ana Luisa Alves disse...

Ola Ana! Antes de mais obrigada pela visita!
De facto, consegue ser um bocado aborrecido. Vale a pena apenas por causa do impacto que na época despertou...
Cumps!
Alu