sábado, 5 de março de 2016

Vet Life - Scotland #4 Caça aos Veados em Etive Mhór

O meu primeiro fim-de-semana na Escócia não podia ter começado da melhor forma! 

Às 7 da matina já estávamos (eu e a minha FAT) todos acordados e a iniciar os preparativos para a nossa caça aos veados. Claro que estou a falar no sentido figurado, uma vez que, apesar de a caça ser uma coisa super importante aqui, para mim continua a ser uma coisa medonha e completamente desnecessária. 

A nossa única arma resumia-se a uma máquina fotográfica, que pretendíamos usar para dar uns belos disparos sobre eventuais espécimes que pudéssemos encontrar. O objectivo era encontrar um grupo de veados selvagens que estavam tão habituados à presença de seres humanos, que frequentemente vinham de livre e espontânea vontade comer das nossas mãos.

Saímos de Pitlochry por volta das 9 da manhã em direcção à vila de Aberfeldy, depois de prepararmos a nossa cesta de piquenique, com salada, pão fresco, queijos, frutas e bolachinhas e um delicioso chocolate quente (ou café, para quem quisesse).


O nosso destino era um local chamado Etive Mhor, ou Glen (Vale) Etive. Conhecido local, palco de filmagens de vários filmes conhecidos (007 - Skyfall, o mais recente). Apesar de ser um famoso local, pelas paisagens espectaculares, nada me tinha preparado para o que estava prestes a adicionar à minha lista pessoal dos locais mais bonitos onde alguma vez estive.

A viagem durou cerca de 2,5 horas, com algumas paragens para fotos e afins pelo meio, mas a estrada é super plana e agradável, apesar das mil montanhas à nossa volta. Pelo caminho passamos por algumas aldeias remotas, mas com um aspecto bastante confortável e devidamente equipado com todos os serviços básicos, como é o caso de Killin, na extremidade oeste do Loch (Lago) Tay. 

A paisagem sempre me pareceu linda, mas assim que passamos o cruzamento em direcção a Fort William, as montanhas espectaculares e imensas começaram a aparecer no horizonte. Estruturas naturais que pareciam saídas de desenhos da primária, com a exacta forma que em crianças imaginamos as montanhas. Uma delas baptizamos imediatamente de Pointy Mountain, uma vez que não sabíamos qual o seu verdadeiro nome. Em casa descobri que se chama Buachaille Etive Mòr.



A certo ponto da A82, saímos para uma estrada extremamente estreita, em direcção ao Lago Etive, onde o suposto grupo de veados semi-selvagem estaria. Pelo caminho encontramos um grupo de três fêmeas, das quais nos tentamos aproximar, mas que não pareceram ter muito interesse nas guloseimas que lhes queríamos oferecer, e que acabaram por ir embora. 

Para nossa desilusão, quando chegamos ao fim da estrada, que coincidia com o inicio do Lago, a única coisa que havia era cócó de veado. A eles, nem vê-los. Desanimados, bebemos uma caneca de chocolate quente com marshmallows (que bem que soube, naquele frio terrível...) e iniciamos o caminho de regresso à estrada principal. Poucos metros à frente encontramos três veados macho na berma da estrada e algumas pessoas a tirar fotos e a tentar dar-lhes guloseimas. Saímos entusiasmados e, apesar de eles manterem uma distância segura, foi uma experiência extraordinária estar no meio daquele sítio remoto, com uma paisagem maravilhosa, frente a frente com um animal tão majestoso!

 
À vinda embora, e depois de um piquenique no carro (porque estava muito frio e vento), voltamos para Pitlochry. Pelo caminho passamos pela casa da J.K.Rowling, da qual falarei numa outra altura...


2 comentários:

Marta Moura disse...

As fotos estão lindas!

Ana Luisa Alves disse...

Obg Marta, mas foi preciso muito pouco esforço! A beleza está mesmo lá! :)