segunda-feira, 29 de outubro de 2012

O Celibato

Nunca percebi qual o sentido do celibato dos padres, freiras ou monges/as. A verdade é que a Igreja sempre nos passou a ideia de que era pela "pureza da alma" e pela associação de pecado ao acto sexual. 


Foram incongruências como esta, que me levaram a cedo na vida excluir a religião católica da minha vida. Acabei por achar ridículo como é que as pessoas acreditavam em todas aquelas pessoas com roupas todas catitas, naquelas falsas verdades. Fartei-me da hipocrisia do estado mais rico do mundo (Quem já visitou o museu do Vaticano sabe a que me refiro), da forma como pregam pela luta contra a pobreza e depois tem os cofres cheios de obras-primas, que dariam para oferecer dignidade a muita muita gente. Em vez disso gastam dinheiro na decoração das igrejas , limpeza da batina do padre e a puxar o lustro às pratas. 

Apesar de tudo isto procuro manter-me informada, dentro do possível, sobre a religião católica, ou não. Assim, nestas férias de Verão, e aproveitando um momento de desânimo pessoal, resolvi ler sobre o Budismo. Sempre tive curiosidade sobre esta religião/filosofia de vida. 

Gostei do que li. É uma religião igual a todas as outras. Tem o mesmo objectivo que todas elas; o respeito pelo outro, pela vida e a busca pela paz. No entanto dá a ideia de ser menos corrupta, mais simples e centrada no que realmente interessa.   

Finalmente, depois de anos revoltada pela falta de uma explicação minimamente plausível sobre o porquê do celibato, o Budismo deu-me uma nova perspectiva sobre o assunto:

O celibato existe, para que o monge não seja distraído da sua missão enquanto mensageiro da religião e dos seus princípios mais básicos. Ao evitar que sejam criadas paixões por pessoas em específico, ele consegue formular conselhos não tendenciosos. 

Apesar desta explicação mais lógica, qual é o ser humano que consegue tal coisa?
Fica aqui a pergunta. 

 



3 comentários:

Pituxa disse...

Sinceramente acho que nenhum ser humano consegue o celibato completo. Acaba por ser uma hipocrisia que tentam transparecer, mas isto é só a minha opinião!

Alu disse...

Sim, concordo totalmente. No entanto a verdadeira razão do celibato não deixa de ter certa lógica...embora tudo não passe de uma utopia.

Henrique Fidelis disse...

Recomendo a todos que quiserem realmente conhecer o sentido do celibato para a Igreja Católica que vejam os links abaixo. Friso que o objetivo não é te convencer de nada, apenas desejo que conheça a real posição da Igreja quanto a vocação ao celibato.

http://catecismojovem.blogspot.com.br/2011/08/celibato.html

http://www.catecismojovem.com.br/christian-question/historia-da-igreja/fui-questionada-a-respeito-disso-e-nao-soube-explicar-a-um-irmao-de-outra-religiao-sendo-o-papa-sucessor-de-pedro-bem-como-todo-o-clero-porque-sao-celibatarios-sendo-que-o-proprio-pedro-foi-casado.html

http://teologiaecorpo.wordpress.com/2011/01/12/celibato-sinal-escatologico/

https://padrepauloricardo.org/episodios/qual-e-a-origem-do-celibato-sacerdotal

http://formacao.cancaonova.com/vocacao/vida-religiosa/o-celibato-consagrado/

http://www.youtube.com/watch?v=5mQHGOjoAec

http://www.comshalom.org/?s=celibato

http://www.youtube.com/watch?v=k7Sp26ha6tE

http://www.youtube.com/watch?v=k7Sp26ha6tE