terça-feira, 9 de outubro de 2012

"Mãos, o espelho da alma"

As mãos são o espelho da alma, pensei enquanto percorria a antiga linha de comboio, que liga a minha casa ao trabalho. É um erro comum acharmos que são os olhos a janela para o nosso eu mais profundo, mas é uma ilusão propagada por esses mentirosos e atraentes globos oculares. 
Poderão os olhos agarrar, afagar, apertar, dar um abraço, um cumprimento, uma carícia ou consolação? Poderão os olhos magoar, agredir, construir maravilhas, ou deitar por terra sonhos?
Com a sua beleza os olhos enganam e seduzem. Uma mão nunca pode enganar. É aquilo que parece, faz aquilo que faz.
É o espelho da alma.


2 comentários:

paranoiasnfm disse...

Grande texto!! E grande foto!

Alu disse...

Obrigada! :)