sexta-feira, 26 de junho de 2015

Quero ir embora de Portugal

Quando vejo notícias de ditas "tradições" onde se queimam gatos vivos, só me apetece fazer as malas e ir me embora deste país tão "evoluído". Que adianta criar leis, onde se define que esta barbárie é considerada crime e os envolvidos devem ser penalizados, quando depois não há aplicação das mesmas?

Como é que não houve alguém no meio daquilo que pegasse numa mangueira e apagasse o fogo, ou que fizesse algo mais que olhar?! Como é que se fica assim tão bruto e insensível?

O que vale é que todas aquelas "pessoas", a observar a cena e a tirar "prazer" daquele momento degradante, foram logo depois rezar um Pai Nosso e uma Avé Maria. Tão boas e correctas estas pessoas!

Fica aqui o link de uma petição que não seria necessária, se vivêssemos num país evoluído e civilizado: 



 
 

2 comentários:

Sara disse...

As pessoas estão-se nas tintas: se alguém precisa de ajuda na rua bem pode esperar, quanto mais um gato...Mas não sei se a maldade humana depende do espaço geográfico: não vás para o oriente onde fazem as lutas de galos...Encontrei um vídeo que mostrava isso, meu Deus.

Ana Luisa Alves disse...

Cada vez acho mais que depende da formação e, consequentemente, do espaço geográfico das pessoas. Queria ver uma coisa destas a acontecer nos UK...a pessoa era logo multada à séria, ou mesmo presa. No que diz respeito à protecção dos animais, Portugal ainda está a anos luz. Mesmo depois destas novas leis...só para inglês ver.