terça-feira, 1 de novembro de 2011

Top 10 do Luís - Séries Favoritas


Este fim-de-semana decidi copiar a Luísa e o seu top 10! Decidi que vou copiar todas os temas que ela escolher (por favor não te lembres de fazer um top 10 de cosmética, ou terei de tornar público o meu lado mais feminino) e dar o meu parecer sobre o tema com o meu top.
É difícil escolher só dez séries. Vejo séries desde que me lembro - o que é maior testemunho da minha fraca memória do que da antiguidade deste hábito. Não comecei por ver grandes séries. Lembro-me de uma série de um wrestler chamado "Cry Baby" passar às oito e meia na RTP2 (antes da abreviação para o epíteto incomparavelmente mais apelativo: "2"). As memórias melhoram quando me lembro que foi nesse horário que vi Friends ou Simpsons, mas fluctuam quando penso em Dharma and Greg ou Sabrina: A Bruxinha Adolescente.
Quando convenci os meus pais a deixarem-me ficar a pé depois do Vitinho (versão old school dos Patinhos), comecei a ver grandes séries. Às 22:45, se a memória não me falha, começaram a passar alternadamente pérolas como Dexter, Os Sopranos, Sete Palmos de Terra e outras menos épicas, mas que igualmente me faziam reservar uma hora todos os dias Anatomia de Grey, Ossos, Sobrenatural, Fringe, E.R., Anjo Negro(blherg!).

Foi com a Internet que comecei a tornar-me snob. Achei-me bom demais para algumas séries; achei outras más de mais. Comecei a ver um ou dois episódios e a desistir delas, porque sabia que tinha um poço sem fundo por onde escolher. Mesmo assim, ainda hoje algumas das minhas séries favoritas foram as que comecei a ver na televisão que agora está a ganhar pó.
Depois desta introdução, fica aqui o meu top 10. 
 


10º Uma Família Moderna (Modern Family) – Séries que conjuguem humor inteligente e boas audiências são raras. As audiências não me interessam particularmente mas, considerando que Arrested Development foi cancelada, é tranquilizador saber que os Dunphys vão continuar a passar na televisão durante mais uns aninhos.


9º Dexter – Depois de Prison Break, esta foi a segunda série que me viciou completamente. A diferença entre as duas é que Dexter nunca teve uma temporada má!

A premissa é excelente: um serial-killer na primeira pessoa. Podemos ver em primeira mão o porquê de os vizinhos de assassinos em série só terem coisas boas para dizer sobre eles. Os vizinhos, colegas, amigos e família; todos estão protegidos do psicopata que é Dexter (todos os que não se lembrem de fazer concorrência ao nosso herói).

A série é terrivelmente viciante e só não está acima nas minhas preferências porque após uma primeira série absolutamente memorável, entrou numa espiral de repetição em que um assassino em série aparece em Miami e doze episódios depois desaparece (não por magia, se me faço entender). Tudo o que está entre esses episódios é entretenimento do melhor nível o que não impede que haja espaço para melhorar.



8º Louie – Louie faz-me pensar em comida asiática. É crua e é agridoce. É a vida de Louis CK (um dos melhores comediantes em actividade) contada na primeira pessoa. Louie intercala episódios da sua vida com stand-up. Sim, eu sei, Seinfeld Alert, CODE RED! Nada poderia estar mais longe da verdade. Louie é o Anti-Seinfeld. É a sitcom onde não há nem amigos nem uma família (unida ou nem tanto, ou o oposto; oposto do unida porque não há opostos de "nem tanto"). Na sua essência Louie seria um drama pesadão, se não se desse o acaso de ser terrivelmente engraçado!



7º Arrested Development - Fui abençoado pelos deuses do QI e pelas ninfas da inteligência. Diria eu antes de ver Arrested Development. Vi as três temporadas três vezes. Na terceira vez, ri-me aparvalhadamente de piadas que estupidamente não tinha percebido da primeira e da segunda vez que as vi. Da quarta vez que a vir vou-me rir anormalmente de piadas que patetamente deixei escapar da terceira, da segunda e da primeira vez que as vi.


Os Malucos do Circo ("Monty Python's Flying Circus") – E no oitavo dia, deus fez a comédia.


Ahahah! Enganei-vos! Esta é só a primeira parte do meu top 10, as minhas cinco séries favoritas terão de esperar até ao próximo post.

Suspense é preguiça disfarçada.

3 comentários:

Ana Luisa Alves disse...

ahaha! adoro a parte em que falas da comida asiática ... É que a única que comeste foi chinesa e se m lembro bem (e disso eu lembro-me sempre...) não era agridoce...

E obrigada por FINALMENTE POSTARES. Ao menos sempre te servi de inspiração :P

Fernando Vasconcelos disse...

Ah só 6º ? Monthy Python´s só Sexto? Só sexto ???? :-)

Luís Azevedo disse...

Ahahah se calhar foi uma posição demasiado baixa, voltei a ver alguns dos sketches e deu-me vontade de a pôr em primeiro :) Estas listas são mais fruto de momento do que outra coisa; por mim ficavam todas em primeiro!