quinta-feira, 2 de setembro de 2010

" A Vida era Assim em Middlemarch " - George Eliot

A Vida era Assim em Middlemarch” é considerada a melhor obra de George Eliot. Foi publicado depois de a escritora já ser bem conhecida, no ano de 1872. Não sendo apenas um romance vitoriano, é também o retrato perfeito de uma época, estranha aos nossos olhos, onde o estatuto social era tudo e na qual o amor nem sempre bastava.
Middlemarch” narra os principais acontecimentos na vida dos habitantes da região e o modo como estas vidas, apesar de independentes, se acabam por cruzar perante a adversidade que sobre elas recai.
Doroteia é a personagem central deste enredo. Ela é a pureza personificada, capaz de fazer ver o mal de Middlemarch e com o desejo de só o bem fazer. Com o decorrer do romance, esta personagem contrai matrimónio com o senhor Casaubon, um homem muito mais velho que cativa Doroteia com a sua aparente erudição. Este casamento acaba por se tornar numa desilusão para uma jovem como Doroteia, que, vendo que o seu marido nunca partilharia consigo o seu conhecimento, se sente desprezada e enclausurada. Encarada como uma personagem autobiográfica, depois deste casamento infeliz e após muitas contradições, Doroteia acaba por contrair um segundo matrimónio com o primo do seu primeiro marido, Ladislaw.
Além desta personagem, a história magnificamente escrita por George Eliot, está repleta de muitas outras tramas.
A vida de Lydgate, um médico acabado de chegar, que se apaixona por Rosemonde Vincy, e que por esta abandona a sua dedicação completa à ciência para lhe dispensar quase toda a sua atenção. O casamento acaba por se tornar numa maldição para Lydgate, que, ao ficar endividado e desprezado pela sua mulher, o vê como destruidor de todos os seus sonhos.
A intriga em torno de Bulstrode, um influente homem em Middlemarch, mas com um passado obscuro, a paixão do infantil Fred Vincy pela madura Mary Garth, a crítica à baixa posição que a mulher ocupava na sociedade


“- Não pretendo discutir política com uma senhora – replicou o senhor Brooke, num ar de amável indiferença, mas com uma impressão desagradável – O seu sexo não tem pensadores, sabe, varium et mutabile semper, e outras coisas parecidas.”


e muitas outras personagens e ideias fazem de “A Vida era Assim em Middlermarch” uma exposição da complexidade humana que é um prazer ler. (6/7)


--- 

"Middlemarch: A Study of Provincial Life" is considered to be the best work by George Eliot. It was published after the writer been already well known, in 1872. Not just being a Victorian novel, its also the perfect portrait of an era, strange to our eyes, in which all that was important was the bylaws and in which love wasn't always enough.

"Middlemarch" narrates the main events in the life it's inhabitants and how these lives, although independent, eventually intersect with each other facing the adversity that falls on them.

Dorothy is the central character in this plot. She is purity personified, able to see the evil of Middlemarch and the desire to do only good. In the course of the novel, this character marries with Mr. Casaubon, a man that being much older than Dorothy captivates her interest with its apparent erudition. This marriage ends up becoming a disappointment for a young lady like Dorothy, who, seeing that her husband never wanted to share his knowledge with her, and living a life of cloistered felt neglected. Seen as an autobiographical character, after this unhappy marriage and after many contradictions, that also occured in Elliot's life, Dorothy eventually contracts a second marriage with the cousin of her first husband, Ladislaw.
 
Besides this character, the story beautifully written by George Eliot, is filled with many other secundary plots.
The life of Lydgate, a doctor just arrived to Middlemarch, who falls in love for Rosemonde Vincy is one of the secundary plots. He leaves his complete dedication to science to dismiss her almost all of his attention. The marriage ultimately becomes a curse for Lydgate, who, when being ridden and despised by his wife sees her as the destroyer of all his dreams.
 
The intrigue around Bulstrode, an influential man in Middlemarch, but with a dark past; the passion of Fred Vincy for Mary Garth; the mature criticism of the low position that women occupied in the society
 

"- I do not intend to discuss politics with a woman - said Mr. Brooke, an amiable air of indifference, but with an unpleasant impression - Your sex has no thinkers, you know, mutabile varium et semper, and other similar things." 

and many other characters and ideas make "Middlemarch: A Study of Provincial Life" an exhibition of the human complexity that is a pleasure to read. (6/7)

 

Sem comentários: